Friday, 27 December 2013

Brew For Breakfast Zine


Brew For Breakfast is a small zine that exists with the intention of bringing you awesome music/events/the like. They're shuffling around somewhere in Liverpool right now with some contributors from other parts of the country. 
They're strictly DIY and make no money out of this, it's by you for you so if you'd like to throw your hat into the mix, you can inbox them on here or email  at brewforbreakfast@hotmail.co.uk

Ah!!! and all issues i got it came with a free badge : )
Donations are what keep us alive so if you wanna help us out you can donate through paypal to: apeshaverisen@hotmail.co.u
k

http://brewforbreakfast.bigcartel.com/

Eu não sei se existe razão em postar isso também em português, como o zine é Inglês e por razões óbvias o post acima deveria ter sido o suficiente, mas eu vou postá-lo em português assim mesmo.
Brew For Breakfast é um zine que existe com a intenção de trazer-lhe boa música, eventos (punk/hc).. Eles estão sendo feitos em algum lugar em Liverpool neste momento, com alguns colaboradores de outras partes do país.
Estritamente DIY e sem fins lucrativos, é por você, para você,  por isso se você quiser participar na mistura, apenas envie uma mensagem privada aqui ou envie um email para brewforbreakfast@hotmail.co.uk
Ah! e todas as edições que eu tenho veio com um bottom  grátis :)

Doações são o que os mantêm vivos, por isso se você quiser ajudar-los você pode doar através do paypal para: apeshaverisen@hotmail.co.uk
http://brewforbreakfast.bigcartel.com

Azotobacter 7"


Confira algumas músicas do homónimo 7 " do Azotobacter saindo pela  Trends Die Records e Byllepest Distro no início do novo ano.
Com ex-membros do Iskra & No Eulogy, eles tem um som cru e agressivo, com algumas músicas com partes de um hardcore mais clássico, mas logo tudo fica feio e sujo de novo.

Check out some  songs of the Azotobacter's homonymous 7"coming out of the  Trends Die Records and Byllepest Distro early in the new year.

With ex-members of Iskra & No Eulogy, they have a raw, aggressive sound, with some parts of songs with a more classic hardcore, but soon everything is ugly and dirty again.

Doom - Corrupt Fucking System


Doom esta de volta com seu primeiro álbum desde World Of Shit de 2001

Saturday, 23 November 2013

Entrevista: SLUG (anarcho punk)


For the english version click here

1 - Oi pessoal, como vocês estão? Vocês podem apresentar a banda?

JJ) Bem, obrigado!

Nós somos SLUG!
Formado no verão de 2012 em Londres, nós somos um grupo de amigos que se uniram para fazer uma banda de anarcho punk e ter um pouco de diversão ao fazê-lo! Eu (guitarra) e o Trev (bateria) tocamos juntos no Active Slaughter e embora a banda não exista mais, queriamos continuar a trabalhar juntos, mas em algo mais atual com uma mensagem semelhante. É a primeira banda de Sam (vocalista), Phil (guitarra) já tocou em mais bandas do que eu tive jantares quentes e é segunda banda do Campos (baixo). Campos substituiu recentemente o nosso baixista originail Bruce. Devido a ele ter um bebê recém-nascido foi incapaz de manter-se com os compromissos da banda, mas ainda te amamos Bruce, sinceramente!

2 - Como vocês descobriram o punk? Quais bandas os influenciaram e quais são suas bandas favoritas agora?


JJ) Caramba isso foi há muito tempo. Eu acho que foram dois de meus colegas na escola que curtiam The Clash e U.K.Subs se bem me lembro, foi onde tudo começou! Bandas que me influenciaram são bandas como Aus Rotten, Bug Central, Intensive Care, Terminal City Ricochet, Conflict, Crass, Reagan Youth, Oi Polloi e mais um monte :) Bandas que curto hoje, se você está falando de bandas novas -  Grand Collapse, Ephemeral Foetus, Flowers Of Flesh And Blood, Constant State Of Terror e mais um monte que você pode ou não ter ouvido falar :)

Trev) Lembro-me de ver os Pistols quando estavam no Top Of The Pops um milhão de anos atrás e ter pirado com aquilo. Então eu comecei a seguir Crass  e o resto é, como se costuma dizer,  história. Quanto a influências, bem Crass foi definitivamente a minha principal inspiração e influência, mas houve muitos outros que fizeram-me querer fazer coisas e continuar fazendo coisas ... Ramones, Slaughter & The Dogs, Propagandhi, Leatherface ... a lista é interminável.

3- Como é o processo de criação da banda? Quanta ênfase você coloca na música e letras?



JJ) Para mim, ambos têm de ser importante. Na verdade, a música provavelmente mais importante, porque quem quer ouvir música ruim  com grandes letras? Você pode também ir e assistir a um poeta recitar ou alguém fazendo spoken word. Mas você ainda pode obter grandes canções do punk com letras de merda. Para mim, embora canções com letras boas, especialmente sobre questões importantes, para mim é a cereja no topo do bolo e sempre o melhor tipo de punk para mim!
Trev) Como JJ diz, ambos são igualmente importantes. Ninguém dança para letras, mas, da mesma forma, algo como The Feeding Of The 5,000 não teria sido nem de longe tão inspirador e energizante se as letras tivessem sido sobre tricô ou macramé. As melhores músicas têm ambos grandes letras e grandes riffs.

4- Até agora vocês já lançaram há sete faixas demo e estão constantemente lançando novas músicas, onde vocês gravaram e por que vocês optaram por este estúdio em particular?



JJ) Gravamos no estúdio DSI em Tottenham. Simplesmente porque eles são ótimos e também bons amigos nossos!

5- Como está a cena de Londres? Tem alguma banda que vocês gostariam de recomendar?


JJ) Há um monte de shows, toneladas de promotores e um monte de locais. Muito mais coisas acontecendo hoje em dia do que há alguns anos atrás. De Londres uma banda, relativamente nova, que eu recomendo seria 'Noise Complaint' se você gosta de sua música  tão alta que os vizinhos vão realmente reclamar!


Trev) Sim, eu concordo com o JJ em que ... 'Noise Complaint' são foda . Eu também recomendo Hard Skin por todas as razões óbvias :)

6- O que a anarquia significa para você?


JJ) Anarquia para mim é algo sem estrutura e sem base e tudo louco e sendo esmagado  - Estou pensando em The Young Ones ( série de TV BBC). Anarquismo ....  é uma coisa diferente, mas para respondê-la aqui levaria um livro de palavras :)


Trev) Anarquismo para mim é simplesmente a crença no valor de si mesmo e aqueles ao seu redor. Nenhuma pessoa é melhor do que qualquer outro. Abraçando a diversidade e a diferença torna-nos mais fortes. Soa como um monte de merda hippie, não é mesmo? Bem, isso é o Crass em mim pra você :)

7- O que podemos esperar do Slug em um futuro próximo? 



JJ) Mais músicas, vídeos, um álbum no próximo ano????  E um monte  shows em todo Reino Unido e no exterior!

8. Obrigado por participar desta entrevista. Algo mais que vocês queiram acrescentar?


JJ) Obrigado pela entrevista! Se alguém quiser ver DIY videos do  Slug, temos vários, mas esta é provavelmente a mais importante http://youtu.be/UCI-52Qao40


Trev) Sim, valeu por ter-nos e boa sorte com tudo o que você está fazendo. Há também um monte de coisas de graça em nosso site www.slugattack.com





Tuesday, 19 November 2013

UNGOVERNABLE RESISTANCE 2013 DIY PHILLIPPINES AWARENESS COMP


Em Janeiro de 2013 foi a última coletânea  que Gaz, do blog Ungovernable Resistance, lançou, após 5 anos de coletâneas diy. Depois de ler e  ver relatórios sobre o estado das Filipinas após o tufão, Gaz Resistance decidiu fazer algo,  para aumentar a conscientização a  e oferecer solidadriedade. Com isso ele resolveu fazer outra coletânea, semelhante às composições FCW do passado, que foram liberados para os mesmos princípios relativos Haiti e Japão.

Ungovernable Resistance, estará procurando tornar este projeto um esforço de equipe e espera passar a marca de 12 volumes que chegamos com a  coletânea 'We Are Back' . Vai ser multi gênero e 100% de DIY.
Uma lista de sites de doação será incluída com a coletânea .

Por favor, certifique-se de nomear todas as faixas e enviá-las no formato correto (mp3) antes de enviar submissões.

Por favor, inclua informação relevante sobre a band incluindo gênero e links da web.

Se a qualidade do som é muito ruim, não seremos capazes de aceitar sua submissão.

Gêneros:
Metal: Death Metal, Thrash, Black, Doom, Sludge
Punk/HC: HC, D-Beat, Crust, Grindcore, Punk, Power Violence
Underground Hip Hop
Reggae/Dub
Underground Electronic music (devido a  recente interesse, estão abertas para a música eletrônica underground)
Qualquer coisa underground sera considerada, se você tiver uma outra forma de música underground, basta perguntar se você pode participar

Colaboradores confirmados / membros da equipe: Ungovernable Resistance, Insetus Web Zine, Primitive Ways/Winter Torment Web Zines, Freedom Punker, Metal Detector Promotions, Schizo Fanzine/Distro, Filthy Rat Records, Two Beers Or not Two Beers Records

Artistas Confirmados : The Gardnerz (Death/Doom), Bane (Blackened Death), Temple of Void (Death/Doom), Dead Awaken (Death Metal), Fester (Blackened Death), Rocking Corpses (Death Metal), Bukowski Family (Brutal Death), Relentless (Heavy Metal/Doom), NonExist (Death/Thrash), 40oz Folklore (Punk Rock/HC Punk), Mental Killing Spree (Brutal Death), Dirty Protest (Anarcho/HC Punk), Freedumb (Crossover), Communion of Thieves (Blackened Crust), Burnt Cross (Anarcho Punk), Global Parasite (HC Punk), Norsk Raak (Ska Punk), Bombed Out (Crust Grind), Arvejord (Black/Ambient/Depressive), Dr Creep (Underground Hip Hop), Scarred Society (HC Punk), Warcorpse, Dirigiri (Death Thrash), Toxicology (Crust/Metal/Punk), DisXease (Hardcore), Crosscheck (Hardcore), Killbite (Crust/Metal/Punk), Ratbite (HC Punk), Trioxin 245 (HC Punk n Roll), Cunthunt 777 (Beatdown HC), Auralskit (Kang/D-Beat), Fredag den 13:e (Crust Punk), Suffer the Wrath (Death Metal), Reality Lost (Crust/Punk/D-Beat/Grind), Anger Burning (Crust), Oath (Sludge), Agamenon Project (Grindcore), Askgatt (HC Punk), Nazi's Shouldn't Drive (HC Punk), Zudas Krust (Crust), Fucktard (HC Punk), Brafcharge (D-Beat), Bruten (Grind/Power Violence), Freedom is Lie (Crust Grind), Partiya (Crust/Grind/Punk), Mindless Violence (Crossover Thrash/Hardcore),Headcleaner (Grindcore / Crust / Death Metal), Hellweed (Metal/Hardcore), Vengeance Of Karma (Värmland HC/Crust), Aggrenation (Punk/Metal), Hellcrawler (Death n Roll), Sickpig (Punk), Document 6 (Death/HC/Punk/Metal), The Living Dead (Punk), Bring to Ruin (Hardcore), Hanker Hoax Haphazard (Hardcore), Indoctrinate (Blackened crust), Sewer Trench (Raw Crust Metal), Disforia (Grind/D-Beat/Crust Punk), Napalm Raid (D-Beat), Earth Crust Displacement (d-beat), Psykoanalyysi (HC Punk/Crust/D-Beat), Senseless o.l.u. (Punk), Monad (Breakcore/IDM), Sapremia (Old School DM), Tarantulah (Metal Punk), Bleach (HC Thrash), Irrefutable (UG Hip Hop), Zora (Brutal DM), Glacial Fear (DM), Fokkum (D-Beat/Crust), Better Not Born (Crust/HC), Individual Distortion (Electronic/Grindcore/Hardcore), King Terror (HC Punk), Adacta (Crust/HC), Slavebreed (Crust/Grind), Adrenicide (Crossover), Elora (Hardcore), Jilted (Crust/HC), Astrocondor (Garage Noise Rock), Total Aggression (Crust), Slaktattack (D-Beat), Dishumanity (Crust), Mizeráveis Loves Company (Hardcore), Ecocide (Blackened Crust), Occision (Death Metal), Kachin & Demonois Sekt (Underground Hip Hop), Maudit (Black Metal), Social Chaos (Crust/Grind/Punk), Cast To Wolves (Crust/D-Beat), M.O.R.A. (Metallic HC), Famine Year (HC Punk), LA SANGRE DE VERÒNIKA (Punk Rock), Knuste Rute (HC Punk), Dekay (UG Hip Hop), NOLLKOMPETENZ (Punk), Lifeless (Hardcore), Verwahlost (HC Punk), Contra (Street Punk), Kreppelz (Punk Rock), Test Their Logik (Anarcho Hip Hop), Jagernaut (punk/hc), Gaschamber (punk/hc), Ilands Problem (Kang/Crust/Metal), Kwervo (UG Hip Hop), Guerrilla Alliance (UG Hip Hop), Death From Above (D-Beat), Nitro Injekzia (Punk Rock), Crypt Of The Zombilord (Crust/D-Beat/Grind), Azotobacter (Kang/D-Beat/Punk), Slug (Anarcho Punk), The Bristles (Punk), PECAH KEPALA (D-Beat/Punk), Bloodington (Grind/Crust/Thrash/Comedy), Dissober (Kang/D-Beat), Darlight Selskab (Punk), Raw Justice (Hardcore), The Skatterbrainz (Punk), Zombie Hate Brigade (Death Grind),
Aggrenation (Crust/Punk/Metal), Nihilist Cunt (Punk), Distaste (Grindcore), Trioxin 245 (Hardcore Punk n Roll), Siberian Hell Sounds (Blackened Power Violence/Grindcore/Hardcore), Spiknykter (Hardcore), Shrapnel Storm (Old School DM), Prag (Punk), Disforia (Grind/Crust/D-Beat/Punk), Hard Charger (Metal/Crust/Punk n Roll), Power is Poison (Anarcho Punk), Forrensick (Grindcore)

Confirmed artists for Schizo Fanzine/Distro's Volume (some bands will appear on more than one volume): Pass Out (punk), Diskent (käng), Kamprespons (crust), Spotlicks (punktock), Rännstensorkestern (punkrock), Opposition Rising (ska/hc), Eftah (punk),
Håll käften vad vill du (hardcore), Better not born (crust/hc), Mörbultad (hardcore), Körsbärsfettera (punkrock), Återfall (käng/metal/hc), Kollapse (hc/crust), No Fealty (hc/crust), Valjakkala (crust), Los Culitos (garage/punk)

Collaboration Insetus Zine/ Two Beers Or Not Two Beers Volume bands:  Spiritual Carnage (Death), Ressonancia Morfica (Grind/Death) Corja ( Heavy Music/ No Labels), Descarga Negativa (Hardcore), Tarja Preta (Punk/Hardcore), Heretic ( Experimental Oriental Metal), Gerações Perdidas (Crust/Punk/HC), WxCxM ( HC/Thrash/Punk), Entre Os Dentes (HC/Thrash/Punk), Baba De Sheeva (Crossover/Punk/Thrash Metal), Livre? (Grind), Discontrolly Social (Grind/HC), 
Sociofobia (Metal Punk/ Thrash)Luxúria de Lillith (Black Metal), Sanatás (Black Metal)

 Há um prazo? Não, ainda não .

Quais os formatos aceitos? Mp3 .

Onde posso enviar minhas músicas ?  Kez (kzo@hotmail.co.uk ), Gaz (resistancediy@yahoo.co.uk)

Existe um limite para o quantas músicas que eu posso enviar ? Não há limite . Mande o número de faixas que você deseja.

É este o gratuito e por quê? Pay What You Want doação via Bandcamp . Detalhes em breve. Sim é 100% gratuito e DIY e estará disponível para download gratuito. Devido aos esforços do passado para arrecadar fundos para o Haiti e Japão, que resultou em quase nenhuma doaçao. Nosso coletanea de benefício ao Haiti levantou apenas £ 18. Então, agora só esperamos para incentivar a consciência e gerar pensamento sobre sites oficiais de doação para ajudar aqueles em necessidade.

Onde é que a compilação será lançado? No site Ungovernable Resitance e quaisquer outros sites dispostos a ajudar.

Eu posso fazer meus próprios volumes ? Sim , por favor contacte-me se você quiser fazer seus próprios volumes e eu te adiciono à equipa.

Posso enviar o trabalho de arte para cada volume? Sim. Esperamos fornecer artistas gráficos underground com a oportunidade defazer flyers e capas para cada volume da compilação .

Posso partilhar a compilação em meu site ? Sim é só enviar -nos um e-mail para que possamos promovê-lo também.

Eu tenho um zine / label / independente de negócios para que eu possa fazer volumes temáticos com o título da minha empresa ? Sim, isso é legal. Esperamos que esta coletânea evolua para um projeto de equipe entre Ungovernable Resistance e com todas partes interessadas
Você pode masterizar minhas faixas ? Nao eh DIY assim sou incapaz de pagar para a masterização de faixas.



Tuesday, 5 November 2013

MANGER CADAVRE? DISPONIBILIZA EP ‘ORIGEM DA QUEDA’ PARA STREAMING

  • A banda Manger Cadavre?, oriunda de São José dos Campos, acaba de disponibilizar para streaming seu primeiro EP, intitulado “Origem da Queda”. São cinco músicas rápidas e com letras que tratam desde comportamentos a questões sociais que foram gravadas por Friggi Mad Beats (Attomica/Chaos Synopisis) no Caverna Studio.
    A banda que existe desde 2011 passou por modificações em sua estrutura, passando a ter apenas uma guitarra e uma vocalista. Este fato foi crucial para os rumos que as composições tomaram. “Com a saída da segunda guitarra, o Jonas teve mais liberdade para criar. A convivência com o Caio (Desalmado), nos ajudou a reestruturar a bateria e vocal de todas as músicas, de forma que ficassem simples e concisas. A entrada do Marcelo Augusto no baixo somou com a energia que nos faltava.” Comenta, Marcelo Kruszynski (baterista).
    http://mangercadavre.blogspot.com.br/
    https://twitter.com/mangercadavre
    Fonte: diysomapress

Sunday, 3 November 2013

In Grind We Crust - Coletânea da Indonésia

Wednesday, 30 October 2013

DESALMADO INICIA GRAVAÇÕES DO EP ESTADO ESCRAVO



A banda paulistana de grindcore, Desalmado, iniciou as gravações de seu próximo trabalho, o EP “Estado Escravo”. A gravação está sendo realizada no estúdio Family Mob, por André Kbelo e tendo a produção feita por Jean Dolabella (Indireto, ex-Sepultura). 

Entre as nove músicas que farão parte de “Estado Escravo”, o Desalmado fará a regravação da música “Humanos”, da época em que a banda se chamava El Fuego. O EP terá uma versão da banda para “Workers Unite”, música gravada originalmente pelo Venomous Concept.

“Estado Escravo” mostra o Desalmado mais pesado e coeso. É um disco pensado frase a frase, riff a riff. Músicas diretas que liricamente exploram a essência do homem como parte vital do sistema capitalista no controle de estados.

“O período em que escrevíamos as músicas do EP coincidiu com a inauguração do estúdio Family Mob que é do nosso guitarrista Estevam e do Jean Dolabella, que trabalhou conosco no álbum anterior do Desalmado. Jean tem feito a produção e colaborou no ajuste de algumas composições, André Kbelo está fazendo a gravação. Estamos finalizando algumas partes e as expectativas são as melhores. São 10 anos a serem completados de estrada e até por isso nossa dedicação a esse EP foi imensa”, comenta Caio Augusttus, vocalista.

O lançamento do EP “Estado Escravo”, que está previsto para o fim de novembro, marca o início das comemorações de 10 anos de existência do Desalmado, que será consolidada ano que vem com uma turnê nacional.

Mais informações:

http://desalmado.com/
https://www.facebook.com/desalmadogrind
http://myspace.com/desalmado
http://twitter.com/desalmado
http://dessalmadogrind.tumblr.com/

Sunday, 6 October 2013

HELLCRAWLER - WASTELANDS


Read in English at Ungovernable Resistance

Hellcrawler é uma banda interessante eu conheci recentemente. Eles são uma daquelas bandas que misturão todo tipo de gêneros e provavelmente alguém vai sentir a necessidade de classificá-los, mas para dar-lhes alguns tags se pode ouvir d-beat, vocais black metal misturados com old school death metal , stoner rock,  thrash riffs, e algumas faixas contêm uma pequena presença Grind. Mais próximo é provavelmente d-beat/dm, mas todos esses conceitos descritos estão presentes em sua música.
Wastelands foi lançado em 2011. Você pode baixá-lo gratuitamente no Bandcamp ou comprar uma cópia física.

Atara (grindcore) - Hang Them


english here
Grindcore sempre!  Atara é uma banda de Grind da França e lançou o seu "Hang Them''EP  no final de agosto. Está disponível para download gratuito no Bandcamp.
https://www.facebook.com/ataragrind

Wednesday, 25 September 2013

DARKSIDERS - CÂNCER DO MUNDO


Death blackened crust de João Pessoa - Paraíba , com seu primeiro lançamento, Câncer do Mundo, cinco faixas com letras em português, escuras, sujas e meio sludge que está disponível para streaming ou download gratuito abaixo.

Friday, 13 September 2013

D E A T H S L A M 100% Underground

D E A T H   S L A M
100% Underground
Release & Zine – Setembro de 2013

EDITORIARGHHHH!!!
Cancelado! Sim, isso mesmo, o show que ocorreria dia 13/09/13 no Barbarella Bar (Conic), no qual comemoraríamos os 23 anos de nossa resistente existência foi adiada devido ao acidente futebolístico ocorrido com o guitarrista Adélcio. Avisamos, contudo, que essa gig festiva vai rolar ainda em 2013, mas temos que esperar a completa recuperação do “peladeiro de plantão”. De antemão ficam nossos agradecimentos e pedidos de desculpas ao Barbarella Bar, às bandas Into The Dust e Kurgan (que fariam a abertura da festa), bem como todos os amigos que estavam nos ajudando a divulgar o evento e aos apoiadores Filial do Rock, Capital Ink Tattoo, Art Music Instrumentos, ABS Contabilidade, Comix Alternative Wear, ME Estúdio, Zine Oficial, Artistik Serigrafia, Vida e Ação Academia e Berlin Discos por acreditarem no projeto. DEATH SLAM agradece o apoio, a confiança e a compreensão de todos!

FORMAÇÃO ATUAL:
Adélcio (guitarra – Seconds of Noise), Fellipe CDC (vocal – Terror Revolucionário e Caligo), Itazil (baixo e vocal - Flashover) e Juliano (bateria – Murro no Olho).

QUEBRANDO CABAÇO:
Graças ao Forcaos, um dos maiores festivais de música underground realizado no nordeste, especificamente na grande e bela Fortaleza, a DEATH SLAM pode, enfim, tocar por aquelas terras ensolaradas. Foram muitos anos de espera e de agonia, mas que fez cada minuto valer à pena. Juntos conosco estiveram outras duas bandas candangas (Kábula e Seconds of Noise), as quais também obtiveram ótimas respostas do público cearense. O segundo dia da 15ª edição (20/07) foi realizado em um lugar muito bonito chamado Cuca Che Guevara, um complexo cultural e esportivo localizado na Barra do Ceará, subúrbio cearense, algo que afastou boa parte do público habitual do Forcaos, mas que mesmo assim contou com um bom número de pessoas (entre punks, hardcores, bangers e curiosos locais). A banda que faria a abertura não pode tocar, fato que forçou à grande banda Facada a subir no palco primeiro, ou seja, o festival já começou pegando fogo, graças a uma apresentação grindeira arrebatadora. Outros destaques locais foram a veterana Obskure, com seu death-metal de altíssima competência musical, abrilhantado pela participação da bela Marly (vocalista da No Sense), a qual estava lá para fazer a cobertura do evento para a Rock Brigade, a Clamus com seu metal de inúmeras influências e a participação agitada e conturbada da N’Fúria, que encerrou a 15ª edição do sábado e incendiou o público com uma apresentação cheia de manifestações e fúria. Tocaram ainda Criokar e Betrayal, ambas de bons direcionamentos thrashers.

QUARESMADA FESTIVAL (edição especial – Taguatinga – 27/07/13):
O festival que deu origem ao projeto do Zine Oficial ganhou recursos do Fundo de Apoio à Cultura e quem se deu bem nessa história toda foi o público que pode prestigiar um evento extremamente bem organizado com um excelente cast, onde 14 bandas se revezaram em dois palcos de surpreendente estrutura. A abertura coube aos thrashers da Black Skull que deram ótimas boas-vindas ao reduzido número de pagantes ainda presentes. Após Rebel Shot Party, Madre Negra e Trampa, veio mais metal de excelente qualidade com o heavy-metal do quarteto Sound’n’Rage. Isolate, com sua mistura de death e heavy, foi outro destaque. Logo depois da Bruto, veio a apresentação da primeira banda fora do eixo DF / Entorno, que foi a cearense Obskure, com um death-metal ultra pesado e lapidado, a qual encerrou seu set encantando o público com uma versão para a clássica Eletric Funeral (da Black Sabbath). Bastante ajudada pelos presentes, a DEATH SLAM fez um show muito agitado e energético, fruto das enormes rodas de pogo que se abriam a cada música. Cerca 1.700 pessoas tiveram uma verdadeira aula de heavyrock com a grande Elffus. A Salário Mínimo, que pela primeira vez estive no DF, fez uma apresentação baseada em “Beijo Fatal”, seu álbum mais famoso, e uma desnecessária homenagem à Legião Urbana, da qual fizeram uma versão heavy. A Kábula, banda do anfitrião Ricardo, fez uma aparição correta e eficaz. Quando a norte americana The Rods subiu ao palco, era nítida a alegria e a satisfação do trio estar no Brasil pela primeira vez e fez uma apresentação irretocável e repleta de clássicos oitentistas, momento em que uma gigante nuvem saudosista baixou sob o festival. O encerramento coube à Motorocker. O quinteto paranaense tocou mais de uma hora de um rock’n’roll intenso, deixando o público, que merecia ser, no mínimo, 4 vezes maior, de alma completamente lavada!

DEATH THRASH ASSAULT:
E no dia 03/08/13 rolou a volta do Death Thrash Assault, festival organizado pela loja Filial do Rock. Nessa edição a produtora optou por levar o evento para o Círculo Operário, no Cruzeiro Velho. Apesar do bom cast de bandas montado (Nightmare Slaughter, Dead Zone, Death Slam, Winds of Creation, Pesticide e Black Skull), o público não compareceu conforme o esperado e o retorno ao front de um festival essencial para a cena candanga como o Death Thrash Assault rendeu um amargo prejuízo ao casal Márcia e Zé. Com um público reduzido, tímido e frio, as bandas se esforçaram, mas não conseguiram arrancar dos presentes um bom feedback, exceto pela aguardada apresentação da Winds of Creation, que há mais de 4 anos não pisava em um palco, e conseguiu com que os bangers presentes ficassem mais animados.

PRÓXIMAS GIGS:
Emídio, vocalista da banda Suicídio Coletivo, convidou a Death Slam para tocar no mês de outubro lá no Jardim Ingá (GO), cidade do entorno do DF.
O show de 23 anos da Death Slam vai rolar!
* Em ambos os casos a Death Slam ficará aguardando a completa recuperação do guitarrista Adélcio.

DEATH SLAM RECOMENDA:
UGANGA: Gravado ao vivo durante o giro do quinteto mineiro pela europa, “Eurocaos” é um registro que transborda energia e mostra uma banda muito entrosada. 13 faixas foram escolhidas, dentre elas os covers para Stress, Sepultura, Sarcófago (da qual o vocalista Manu foi um dos bateristas) e Pastel de Miolos. Chama a atenção o minucioso cuidado com a parte gráfica do trabalho, com direito a um livreto com a tour report da correria. Nas fotos do encarte e ouvindo o CD você chega a viajar com a Uganga, ainda mais com a faixa multimídia. Inspirador! Cont.: ugangamg@gmail.com

WOSLOM: Confesso que quando recebi o pacote fiquei um pouco receoso em ouvir “Evolustruction”, novo trabalho da Woslom, banda da grande ABC paulista. Porém, quando apertei o ‘play’ toda a desconfiança se desfez e transformou-se em alegria e satisfação. THRASH-METAL de altíssima qualidade e com todas as características que envolvem esse sensacional estilo musical. As influências de Megadeth, muito presentes em “Time to rise” (o primeiro CD da Woslom), continuam, entretanto as 9 composições (incluindo o cover “Breakdown” da Mad Dragzter) estão bem mais próximas de um Testament. Impossível não lembrar do guerreiro Chuck quando o Aguilera (gt/vc) começa a cantar. O baixo na cara, latente, também cativa o ouvinte, sem contar o ótimo trabalho das guitarras, é lógico. Cont.: woslom@woslom.com ou www.woslom.com

VIOLATOR: O envolvimento do Pôney (vocalista, baixista e letrista) com a cena hardcore punk fez de “Scenarios of brutality” o disco mais político da Violator. Todas as 9 faixas trazem temáticas de latentes preocupações sociais e com textos explicativos sobre cada teor lírico. A excelente produção deixou o thrash ainda mais vivo e corrosivo e sempre navegando com força e a competência de sempre sob o mesmo mar de influências (Kreator, Dark Angel, Slayer, Exodus, Sepultura, etc). “Endless tyrannies”, por fazer referência ao velho Celtic Frost, afundou o meu coração! (ndr.: quem assiste Os Simpsons vai entender a referência!) Mais uma obra para a discoteca básica lançada pela Kill Again Rec,! Adquira já! Cont.: www.killagainrec.com

DEGOLA: Nova banda do DF que já chega à cena falando alto! “Corrosão” é o nome do CD de estréia que detona, com muita fúria, 10 sons de uma mistura de hardcore, de grind e de algumas passagens que remetem a algumas influências do metal extremo. As letras, em português, são diretas e com um bom jogo de palavras, lembrando um pouco as escritas do Fabão (Olho Seco). Um belo cartão de visitas! Cont.: www.dego.la

SOH: Sou muito suspeito para falar dessa banda, afinal, sempre fui um grande fã. Felizmente “Animalism” não decepciona, logo, continuo um admirador nato. Todas as influências continuam intactas e latentes. Durante a execução das curtas 14 faixas você vai ouvir de tudo que explode e sapeca seus tímpanos: muito grind, death-metal e boas doses de hardcore e da saudável música punk, em uma agradável mistura de Napalm Death, DRI, Terrorrizer e até um pouquinho de Ministry. Belíssimo encarte, letras diretas e uma produção de alto nível. Ou seja, foda demais! Cont.: www.siegeofhate.com

EXECUTER: Apesar de discordar veemente da contagem do tempo, visto que a Executer, infelizmente, teve que dar algumas hibernadas, o DVD “25 years thrashing heads”, gravado ao vivo durante o ‘Executer Fest’, no dia 13/10/12, em Amparo, cidade natal desse quarteto thrasheiro e festeiro, coroa uma trajetória de uma das melhores bandas de thrash do Brasil. O público reage a cada música em um crescente e merecido feedback. Acredito que tenha sido sofrido escolher apenas 11 músicas, mas, no geral, a Executer soube escolher bem, pois as faixas passeiam com desenvoltura sob toda a história da banda. Com certeza incluíram “Power thrashing death”, um som que já passou até ser mais desses paulistas beberrões do que da própria Whiplash. Outro ponto extremamente positivo desse DVD foi o fato da Executer e do selo Kill Again, terem colocado 2 músicas de cada banda que participou dessa edição do festival nesse precioso trabalho. Logo, você também vai ter o privilégio de conferir outras grandes bandas do metal brazuca, são elas: Sangrena, Mortage, Funeratus, Blasthrash e Andralls. Cont.: www.killagainrec.com

TRITURADOR: “Gore to the grind (2007 – 2012)” é um caprichoso VDR lançado pela Uyolasyon Dyabolik, subdivisão da gravadora Lux Ferre e que serve como homenagem póstuma ao guerreiro grinder Rogério ‘Gordim’ Melo, vítima de um infarto fulminante em fevereiro de 2012. Gordim era a mente diabolicamente perversa responsável pelas bandas Triturador, Scathologic Madness Possessed e Chronic Infect. Esse precioso trabalho reúne 84 matadoras pedradas dessa trinca que colocou o velho Ceará no mapa da cena Gore Grind. Caso curta Agathocles, vai gostar, agora, se curtir Impetigo, vai pirar! Excelente coletânea, a qual, particularmente, preferiria que tivesse outra finalidade! Sinta-se eternizado e justiçado, camarada Gordim! Cont.:luxferreprod@hotmail.com

MAIS UM GRITO NA MULTIDÃO CLAMANDO POR JUSTIÇA!
CAGANDO E ANDANDO: Literalmente é isso o que faz o Congresso Nacional: caga e anda para a população! Após um medo passageiro ocasionado por manifestações, parece que “nobres” deputados e senadores voltam aos velhos métodos. O chocante caso de Donadon, liberado da cassação por seus pares tão calhordas tanto, é mais um capítulo da novela política brasileira chamada Déja-vu, onde interesses sociais são sempre colocados em última instância, isso é, quando são colocados para votação. O pior de tudo isso foi ver o deputado Donadon agradecendo a Deus o milagre recebido por não ter sido cassado pela Câmara Federal, em um misto de cinismo, de deboche e da certeza da repugnante impunidade!

DEATH SLAM CONTATOS:
QNJ 21 casa 11 – Taguatinga – DF – 72140-210 ou fellipecdc@gmail.com ou (61) 9699-0346 ou 3475-9391. (Death Slam Zine e Informativo foi digitado e escrito por Fellipe CDC)
Por favor, reproduzam este informativo e espalhem-no pelo mundo. Obrigado!

APOIOS:
ME ESTÚDIO – Gravação, Ensaio e Sonorização – (61) 3033-3405 ou 9202-0208
ARTISITIK SERIGRAFIA – (61) 3352-4449

Wednesday, 11 September 2013

Dirty Squatters Compilation: Music For The Homeless


O selo A World We Never Made lançou esta coletânea estritamente sem fins lucrativos, DIY para baixar por uma Doação  para conscientizar e levantar fundos para squatters e sem-teto com todos os rendimentos que vão para SQUASH (Ação de posse para casas seguras na sigla em inglês) e The Punk 4 Homeless. A coletânea foi separada em dois volumes, uma parte de sua doação vai para SQUASH  e The Punk 4 Homeless o restante irá para o lançamento físico, um digipack contendo dois CDs, para levantar  mais doações.
Vale lembrar que desde o ano passado, o Reino Unido oficializou uma lei que criminalizou a ocupação de imóvel residencial, a nova lei pode ser responsável pela morte do Sr. Gauntlett, que morreu congelado na porta de uma casa vazia em Aylesford, onde a polícia o impediu de invadir , desempregado e sem-teto, ele fatalmente decidiu cumprir a lei.

Volume 1, abrange  Punk / Hardcore / Crust / Grind  e inclui cinco faixas exclusivas / inéditas.

Volume 2, abrange  Ska / Dub / Folk / Spoken Word  e contém cinco faixas exclusivas / inéditas, incluindo uma cover de "Ya Can't Go Home" by Leftover Crack.

Sunday, 8 September 2013

GREED FORCE 7 INCHES OF DISAPPOINTMENT

For english version click here

Greed Force acaba de lançar seu primeiro EP, 7 Inches Of Disappointment, mas não se preocupe, você não vai se decepcionar se o que você procura é por algo influenciado por punk escandinavo, crust e metal, na maior parte agressiva,  com exceção da última faixa, que é  só violão e voz. Ele foi co-lançado pela Anarchotic Records, A World We Never Made, Rantipole Zine e nos EUA por Suburban White Trash Records
Você pode ouvir o EP AQUI



Saturday, 24 August 2013

Rattus em Goiânia

A parceria entre  Two Beers Or Not Two Beers, Insetus, Thrash Core Fast e Professor Bacural traz à Goiânia a lendária banda finlandêsa, Rattus.
RATTUS (FINLÂNDIA)
A.R.D. (DF)
DEATH FROM ABOVE
RESSONÂNCIA MÓRFICA

DATA: 19 DE SETEMBRO DE 2013
HORÁRIO: 18 HORAS
VALOR: R$ 20 (ANTECIPADO) / R$ 25 (NA HORA)
LOCAL: LAVAJATO DA EUA 10 (VIA PRÇ UNIVERSITÁRIA DA PONTE DA MARGINAL)

Sunday, 18 August 2013

SLUG - WHY


Slug é uma banda de anarco punk  de Londres com membros da extinta Active Slaughter, eles estão tocando juntos desde o ano passado e é uma das melhores bandas novas de Londres. Na semana passada  eles gravaram uma nova música e divulgou um vídeo com ela, chamada 'Why', com letras fortes que me comoveram e eu pensei que deveria compartilhar aqui e eu recomendo  ouvi-la enquanto come, usando seus cosméticos ou qualquer coisa que fez um animal sofrer e uma música como esta é uma excelente wake up call e  boicotar tudo produzido com o sofrimento de um animal é um bom começo.


Wednesday, 17 July 2013

Agrotóxico em Londres




Era domingo, quente como o inferno, não parecia que eu estava em Londres e provavelmente fez Agrotóxico se sentir em casa tocando em um local fechado, sem ventilação cheio de pessoas suadas, mas um dos meus locais favoritos no sul de Londres, The Grosvenor . Eu estava atrasado e pensei que eu ia perder a primeira banda, felizmente eu peguei eles desde o início, Dead Subverts e eles foram bons, uma grande banda de hardcore com um grande baixista, todos alternando vocais, eu  não consegui ouvir muito do que a guitarra solo estava fazendo. Depois veio Defcon Zero tentando levantar a que ainda estava meio quieta para um punk / hc show. Eles podem não ter feito muitas pessoas para colocar o local abaixo em um mosh pit, mas o carisma de Leo Stitch  trouxe diversão, o guitarrista solo também fez um show à parte. Cellbound veio ao palco atormentado com problemas técnicos, como todas as outras banda antes e depois deles, mas tão logo eles começaram The Grosvenor explodiu no que eu só posso descrever de um punk old school (uk82) na cara de todos e eles não tocavam por volta de sete anos , bem-vindo de volta. Agora agrotóxico mostraram porque são uma das melhores bandas de hardcore do Brasil, embora eu senti falta da presença de Arthur (guitarra) e seus vocais, a banda ultrapassou os problemas de som com fúria e paixão, o show foi tenso,  podia ver em seus rostos e sentir em cada uma de suas músicas a emoção passar para uma moshpit destruidor. Foi uma boa noite com boas bandas. Abaixo um vídeo de cada banda do show.

Thursday, 11 July 2013

VIOLATOR - Scenarios of Brutality - Lançado / OUT NOW !!!!!!!



Finalmente lançado o novo álbum completo da banda brasiliense, VIOLATOR.
"Scenarios of Brutality" possue nove faixas inéditas e a temática das mesmas são sobre recentes conflitos e a realidade política na América do Sul.

Este é o primeiro trabalho da banda gravado no exterior (Stage One Studio, Alemanha). O álbum foi produzido pelo alemão Andy Classen, que já assinou produções de álbuns de bandas como Krisiun, Asphyx, Tankard, Holy Moses, Destruction e Legion of the Damned.

A arte da capa ficou novamente a cargo do artista Andrei Bouzikov.

VIOLATOR mantém sua essência: THRASH METAL sem concessões !!!! Portanto, prepara-se para ser varrido por mais uma avalanche de Riffs. Um álbum THRASH veloz e agressivo como deve ser. Stage Dives e total headbanging estão mais que garantidos !!!!

Valor: R$ 20,00

Para fazer seu pedido, escreva para:
Killagainvemdas@gmail.com


Finally released the new VIOLATOR full lenght album.

"Scenarios of Brutality" have nine tracks.All the songs are about recent conflicts and the political reality from our south american perspective. 

VIOLATOR keep your Essence: THRASH METAL without concessions !!! Stay ready to be evaporated for this THRASH METAL avalanche !!! Stage Dives, Mosh, Circle Pits and total headbanging are guaranted !!!

Cover by Andrei Bouzikov
Recorded at Stage One Studio, Germany.
Produced by Andy Classen and Violator.
Cover by Andrei Bouzikov

VIOLATOR - Scenarios of Brutality

Line-Up:

Poney (Bass/Vocals)
Capaça (Guitar)
Cambito (Guitar)
Batera (Drums)

Track List:

1 - Echoes of Silence
2 - Endless Tyrannies
3 - Dead to this World
4 - Respect Existence or Expect Resistance
5 - Waiting to Exhale
6 - Death Descends (Upon this World)
7 - Colors of Hate
8 - No Place for the Cross
9 - Unstoppable Slaughter

Kill Again Records contacts:
www.killagainrec.com

killagainvendas@gmail.com

http://www.facebook.com/KillAgainRecords

https://www.facebook.com/Violatorthrash?fref=ts

     VIOLATOR - 11 Years of Thrash - Full Concert 16/6/2013 Brasília-DF




Friday, 5 July 2013

RATTUS BRAZILIAN TOUR 2013

Rattus - 35 Years Of Punk - Brazilian Tour 2013

13/09 - TBA
14/09 - Ferraz de Vasconcelos-SP
15/09 - Estúdio Noise Terror - São Paulo-SP
17/09 - Itanhaém-SP
18/09 - Ceilândia-DF
19/09 - Goiânia-GO
20/09 - Jd. Inga-GO
21/09 - Gama-DF
22/09 - TBA
26/09 - Cidadão do Mundo - São Caetano-SP
27/09 - Rio de Janeiro-RJ
28/09 - Florianópolis-SC
29/09 - Brasília-DF

Monday, 24 June 2013

Cätärro Imsomnia European Tour 2013

Europe is gonna have a taste of one of the best power violence group from Brazil. The band just announced the dates, it is their first tour on the old continent and  will be in support of their latest release called Insonia (Insomnia) that you can hear and download for free here.

They put out the following statement: 

''Sobriety gives way to folly, security gives way to uncertainty, apathy is replaced by chaos and the complete abandonment of land. It is contrary to all the statistics and the balance that we survive. We Learn to self-manage Cätärro based on values such as friendship and cooperation. We don’t learned to pay for contacts, we don’t learned to pay someone to make our shows, we don’t learned to put the money on things that do not belong to anyone. Through the ethics and practice of DO IT YOURSELF and with the support of NO GODS NO MASTERS became possible IMSOMNIA EUROPEAN TOUR. This is a piece of us is gone, it is a portion of our flesh invested in the betting to share our way of living with people from various places. Believing that the notion of territory and nation are walls to be torn down. We are grateful to everyone involved in this tour. Germany, Czech Republic, Netherlands, Belgium, France, Italy, Switzerland and Austria, we are waiting for this for a long time and now we will not sleep.''

They need help to organize a gig between Paris and Toulose contact catarro666@hotmail.com

IMSOMNIA EUROPEAN TOUR 2013
07/04 GER Berlin | Kopi
07/05 GER Finterwalde | Angry Voice
07/06 CZE Trutnov | Obscene Extreme Festival
07/09 CZE Prague | Modra Vopice Club
07/10 NLD Amsterdan | ADM
07/11 NLD Leiden | SUB071
07/12 BEL Brussels | DNA
07/13 BEL Antwerp | Antifa Brick
07/15 FRA Paris | La Miroiterie
07/17 FRA Toulouse | Les Pavillons Sauvages
07/18 FRA Marseille | Tableau Noir
07/19 ITA La Spezia | Wear Your Bandana Fest
07/20 ITA Romano di Lombardia | Kazamate Studio
07/22 ITA Miano | Ligera
07/23 ITA Padova | Open Air Biba Grindcore
07/24 ITA Mantova | Spazio Sociale LaBoje
07/25 CHE Bellinzona | Thrash Hardcore Night
07/26 AUT Innsbruck | Café deCentral
07/27 CZE Cerhovice | Hella Punx
07/28 CZE Prague | Cross Open Air